PESQUISE NO SITE
Biografia
Nossa Causa
Notícias
Projetos
Comissões
Agenda
Eventos
Conquistas
Sala de Imprensa
Na Mídia
Fala, Ana Rita
Artigos
Antes X Depois
Com a Palavra...
Áudios
Links
Denuncie
Downloads
Contato

 
Notícias     Imprimir

Em sessão especial, Ana Rita Tavares condena o uso de animais em circo27/03/2013 18:05
Em sessão especial, Ana Rita Tavares condena o uso de animais em circo
Câmara Municipal de Salvador comemorou Dia Mundial do Teatro e Dia Nacional do Circo

Assessoria 1 comentário          

A vereadora Ana Rita Tavares (PV) participou, na noite da terça-feira (26), de uma Sessão Especial Comemorativa ao Dia Mundial do Teatro e Nacional do Circo, na Câmara Municipal de Salvador. Ela voltou a criticar a utilização de animais em circos, já que a prática se configura como maus tratos, e relembrou o resgate histórico dos animais do Circo Portugal, em 2010.

“Estou muito feliz em participar desta sessão tão importante. Nós nos envolvemos nesta causa por conta da luta para ver um circo sem dor, um circo sem animais. Queremos que os animais, que são criaturas de Deus, não vivam neste sofrimento terrível que é a atividade circense pra eles”, disse a vereadora.

Em junho de 2010, depois de uma ação das ONGs Terra Verde Viva e Célula Mãe, foram apreendidos dois elefantes, três camelos, um cavalo e um pato no Circo Portugal, instalado à época no bairro de Cajazeiras X. “Quando fizemos a busca e apreensão dos animais, fomos ao Zoológico de Salvador para que o Governo do Estado mantivesse temporariamente aqueles animais, já que nenhuma entidade de proteção animal tinha condições de abrigá-los. Hoje, eles estão em um santuário”, informa Ana Rita, advogada das ONGs na época.

 


Ana Rita assiste à apresentação teatral em sessão especial na Câmara de Salvador (Wagner Ferreira)



Durante a sessão de ontem, o público assistiu a apresentações do Grupo de Teatro Choque Cultural. O grupo de arte de rua abordou temas como racismo, sexismo e preconceito contra a mulher através de obras de Carlos Drummond de Andrade, Gregório de Matos e Castro Alves. De acordo com o vereador Gilmar Santiago (PT), proponente da sessão, o objetivo foi retomar o discurso sobre a cultura popular.

“Devemos aplaudir, sim, um espetáculo como este que vimos aqui, um teatro de rua que conscientiza, traz um caráter social e dá oportunidade às pessoas que não têm dinheiro para assistir a uma peça tradicional”, disse a vereadora Ana Rita Tavares. A vice-presidente da ONG Terra Verde Viva, Ingrid Teixeira, também se pronunciou contra a exploração dos bichos. “Não somos a favor do uso de animais em circo por um motivo muito simples: não somos a favor de nenhum tipo de exploração. Também não somos a favor de zoológicos, por isso apoiamos os santuários. A arte tem que existir, mas a exploração nunca”.

De acordo com a vereadora do PV, nos circos os animais vivem privados de liberdade e são constantemente vítimas de abusos e maus tratos durante os treinamentos. Segundo ela, há casos em que os elefantes são treinados com as patas sobre uma chapa quente, ao som de uma música. “Quando eles estão no picadeiro e ouvem a música, já se desesperam associando a melodia à dor. Quem está na plateia pensa que ele está dançando, mas isto é uma cultura perversa e que desmerece a vida. Vamos valorizar a arte das pessoas, estes sim merecem espaço”, ressaltou.

Também estiveram presentes na mesa o representante do Conselho Nacional de Política Cultural (CNPC), Márcio Silveira, a representante da Fundação Cultural do Estado da Bahia – (FUNCEB);  Edson Bico, representando a Casa de Teatro e o professor doutor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UNIRIO), Licko Turle, que fez o lançamento do seu livro “O Teatro de Rua no Brasil”.



Notícias Relacionadas

  • Vereadora e juíza reforçam críticas à exploração de animais em circos

  • Liberdade: estudantes denunciam professor por agressão a cão em escola

  • Agressor de cães espancados a pauladas no Lobato é detido após denúncia de protetora

  • Cães vítimas de maus tratos por estudante de veterinária são libertados por Ana Rita Tavares

  • Comissão de Defesa da Mulher se reúne com secretário de segurança pública da Bahia

  • Cadela prenhe é morta após ser amarrada e arrastada por caminhão em Lauro de Freitas

  • Filhote de cão era criado como passarinho em gaiola

  • Prefeito de Cansanção confina cães de rua em matadouro sem água e comida

  • Família que mantinha cadela em situação de maus tratos recebe Ana Rita Tavares em Brotas

  • Formação de Oficiais da Proteção Animal é realizada em Salvador

  • Ativistas e Comissão da OAB libertam animais de cativeiro em Feira de Santana

  • Situação dos animais que vivem nos campi da Ufba é discutida em audiência

  • ​Ufba: vereadora e reitor discutem situação dos animais que vivem em Instituição

  • Estudante da Ufba é preso por bater em cão com skate

  • Cão baleado em São Caetano é resgatado por vereadora

  • Forró beneficente ajuda animais do canil de Cruz das Almas

  • Cão morre de fome e frio após dois meses de abandono

  • Crueldade com cães

  • Polícia vai investigar caso de gatos mortos por espancamento no Alto do Itaigara

  • Após denuncias nas redes sociais, protetores resgatam cães em Simões Filho (BA)

  • Petshop "Mania de Bicho" rejeita acordo e vai responder criminalmente por maus tratos

  • Projeto da vereadora Ana Rita leva educação ambiental aos bairros de Salvador

  • Ana Rita Tavares e ativistas libertam jegue que carregava sobrepeso em carroça

  • Vereadora pede esclarecimento da morte de animais no Parque de Pituaçu

  • Moradores denunciam e cadelas são resgatadas após maus tratos


  • ComentáriosComentar Notícia
    Maria Lúcia Perli,
    03/04/2013 19:13
    Animais não são pra fazer espetáculos e depois ficar confinados em jaula isso é uma atitude desumana, criançãs não precisam de ver animais no circo já tem outros locais melhor equipados onde as crianças podem ver exemplo zoológico


      Últimas Notícias

    Projeto que proíbe veículos de tração animal é aprovado na Câmara de Vereadores

    Cão de grande porte ganha na justiça direito de permanecer com guardião em condomínio

    Papo Animal estreia com programação voltada para os Pets na Popular FM (100,7)

    Liberdade: estudantes denunciam professor por agressão a cão em escola

    Mais Notícias



    Mais Lidas

    Protetores de animais pedem serviço de atendimento móvel de urgência em Salvador

    Projeto de Ana Rita, Castramóvel já está pronto para funcionar

    Câmara de Salvador aprova projeto para a criação de hospital público veterinário

    Prefeitos de Salvador e Porto Alegre discutem implantação de Secretaria dos Animais


    Gabinete
    Edf. Sul América - 7º Andar
    Travessa D'Ajuda, 39 - Centro
    Salvador-BA - CEP:40020-030
    Telefone: 71 3320-0297
            

    Assessoria de Comunicação
    (71) 3320-0195