PESQUISE NO SITE
Biografia
Nossa Causa
Notícias
Projetos
Comissões
Agenda
Eventos
Conquistas
Sala de Imprensa
Na Mídia
Fala, Ana Rita
Artigos
Antes X Depois
Com a Palavra...
Áudios
Links
Denuncie
Downloads
Contato

 
Notícias     Imprimir

Petshop "Mania de Bicho" rejeita acordo e vai responder criminalmente por maus tratos08/04/2013 21:35
Petshop "Mania de Bicho" rejeita acordo e vai responder criminalmente por maus tratos
Animais ficavam expostos em vitrine da loja denunciada em fevereiro pela vereadora Ana Rita Tavares (PV)

Assessoria 2 comentários          

Denunciada por prática de crime ambiental pela vereadora Ana Rita Tavares (PV), a petshop "Mania de Bicho", localizada no bairro da Pituba, foi ouvida em audiência preliminar no 2º Juizado Especial Criminal, nesta segunda-feira (8). O sócio e representante legal da empresa, Anderson Oliveira da Silva, não aceitou a proposta de transação penal oferecida pelo Ministério Público e uma Audiência de Instrução e Julgamento foi marcada para o dia 27 de junho.

Em fevereiro, Ana Rita formalizou uma queixa crime contra a petshop, pois, de acordo com a vereadora do PV, os animais sofriam maus tratos e descaso quando expostos na vitrine da loja. “Eles permaneciam o dia inteiro expostos na vitrine de vidro ou em pequenas gaiolas de grade, sem cuidados e sem vacinação. Esses comerciantes só visam o lucro às custas do sacrifício e do sofrimento desses seres indefesos”, reclama a vereadora.

 


Animais expostos em pequenas gaiolas na petshop "Mania de Bicho" (Assessoria)

 


A queixa crime apresentada por Ana Rita Tavares foi motivada por uma série de denúncias nas redes sociais. Cerca de mil pessoas compartilharam as acusações contra a "Mania de Bicho" no Facebook, confirmando que a loja tinha a prática de expor gatos, pássaros e filhotes de cães, durante todo o dia, sob forte calor e amontoados em gaiolas apertadas.

De acordo com a proposta do Ministério Público, a petshop pagaria R$ 5 mil, que seriam destinados a uma das instituições de proteção animal de Salvador. Como a proposta não foi aceita, a petshop vai responder criminalmente às denúncias.

De acordo com o art.32 da Lei 9.605/98, a Lei de Crimes Ambientais, a pena é de detenção, de três meses a um ano e multa, para quem “praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos”



Notícias Relacionadas

  • Ana Rita esclarece dúvidas sobre lei que regulamenta comércio de animais

  • Ana Rita Tavares formaliza queixa crime contra petshop da Pituba

  • Liberdade: estudantes denunciam professor por agressão a cão em escola

  • Agressor de cães espancados a pauladas no Lobato é detido após denúncia de protetora

  • Cães vítimas de maus tratos por estudante de veterinária são libertados por Ana Rita Tavares

  • Comissão de Defesa da Mulher se reúne com secretário de segurança pública da Bahia

  • Cadela prenhe é morta após ser amarrada e arrastada por caminhão em Lauro de Freitas

  • Filhote de cão era criado como passarinho em gaiola

  • Prefeito de Cansanção confina cães de rua em matadouro sem água e comida

  • Família que mantinha cadela em situação de maus tratos recebe Ana Rita Tavares em Brotas

  • Formação de Oficiais da Proteção Animal é realizada em Salvador

  • Ativistas e Comissão da OAB libertam animais de cativeiro em Feira de Santana

  • Situação dos animais que vivem nos campi da Ufba é discutida em audiência

  • ​Ufba: vereadora e reitor discutem situação dos animais que vivem em Instituição

  • Estudante da Ufba é preso por bater em cão com skate

  • Cão baleado em São Caetano é resgatado por vereadora

  • Forró beneficente ajuda animais do canil de Cruz das Almas

  • Cão morre de fome e frio após dois meses de abandono

  • Crueldade com cães

  • Polícia vai investigar caso de gatos mortos por espancamento no Alto do Itaigara

  • Após denuncias nas redes sociais, protetores resgatam cães em Simões Filho (BA)

  • Vereadora e juíza reforçam críticas à exploração de animais em circos

  • Em sessão especial, Ana Rita Tavares condena o uso de animais em circo

  • Projeto da vereadora Ana Rita leva educação ambiental aos bairros de Salvador

  • Ana Rita Tavares e ativistas libertam jegue que carregava sobrepeso em carroça

  • Vereadora pede esclarecimento da morte de animais no Parque de Pituaçu

  • Moradores denunciam e cadelas são resgatadas após maus tratos


  • ComentáriosComentar Notícia
    daniela iartelli de mendonça
    23/02/2016 10:45
    como posso denunciar um pet shop aki na minha cidade que expoe bichos em gaiolas o dia todo,as x tem mais de 4 caes em uma gaiola muinuscula,como faço?
    Lucília N. Caldas
    08/04/2013 21:55
    Esperamos que a justiça prevaleça e que sirva de exemplo para outros pets shops que comercialiam animais domésticos o que eu acho um erro pois abre-se brechas para gente inescrupulosas que só visam lucros usarem e abusarem desses pobres animais. Estamos de olho e com nossas câ meras sempre ligadas.


      Últimas Notícias

    Égua morre e burro agoniza após ter ingerido veneno em Piatã

    Ana Rita pede que 31 milhões do orçamento municipal sejam destinados aos animais

    Rua em Piatã indicada por vereadora recebe asfalto

    ​Castramóvel realiza esterilização de cães e gatos em Pau da Lima

    Mais Notícias



    Mais Lidas

    Protetores de animais pedem serviço de atendimento móvel de urgência em Salvador

    Projeto de Ana Rita, Castramóvel já está pronto para funcionar

    Câmara de Salvador aprova projeto para a criação de hospital público veterinário

    Prefeitos de Salvador e Porto Alegre discutem implantação de Secretaria dos Animais


    Gabinete
    Edf. Sul América - 7º Andar
    Travessa D'Ajuda, 39 - Centro
    Salvador-BA - CEP:40020-030
    Telefone: 71 3320-0297
            

    Assessoria de Comunicação
    (71) 3320-0195