PESQUISE NO SITE
Biografia
Nossa Causa
Notícias
Projetos
Comissões
Agenda
Eventos
Conquistas
Sala de Imprensa
Na Mídia
Fala, Ana Rita
Artigos
Antes X Depois
Com a Palavra...
Áudios
Links
Denuncie
Downloads
Contato

 
Notícias     Imprimir

Cadela prenhe é morta após ser amarrada e arrastada por caminhão em Lauro de Freitas14/12/2015 16:23
Cadela prenhe é morta após ser amarrada e arrastada por caminhão em Lauro de Freitas
Agressores foram flagrados, mas PM não os conduziu à delegacia, como lei prevê

Assessoria 2 comentários          

Por motivos ainda desconhecidos, dois homens torturaram e mataram uma cadela prenhe depois de a amarrarem a um caminhão e arrastá-la por cerca de dois quilômetros. O crime aconteceu por volta das 9h da manhã de sábado (12), em Lauro de Freitas. As guardiãs do animal, Aline Silva e Camila do Carmo, identificaram os agressores e chamaram a Polícia Militar, que não deteve os criminosos em flagrante, mesmo depois de confessarem o local onde jogaram o corpo de Mel, como era chamado o animal. Por conta disso, a dupla não foi levada à delegacia, como prevê a lei de crimes de maus tratos contra animais.
 
A alegação dos PMs para não conduzirem o motorista e o mecânico de pré-nomes, Nélio e Erivaldo, à delegacia foi por entenderem que se tratava apenas de uma desavença e que poderia ser resolvida ali mesmo entre os envolvidos. Os policiais frisaram ainda, que se elas quisessem levar o caso adiante, não adiantaria prestar queixa na delegacia naquele dia (sábado), porque não há delegado de plantão nos finais de semana. Os agressores se defenderam dizendo que Mel estava morta e eles apenas iriam jogá-la no lixo. 



Mel era uma mestiça de pastor alemão, tinha 1 ano de idade e estava prestes a parir. Ela se encontrava na parte externa da casa de suas guardiãs quando os criminosos chegaram e a amarraram pelo pescoço com um fio no fundo do caminhão. Um adolescente, que presenciou o momento em que a cadela era arrastada pelo veículo, chegou a gritar para que o motorista e seu comparsa parassem o veículo, mas ele aumentou a velocidade, o que causou mais desespero ao jovem.

 
Desesperadas em busca do corpo de Mel, após procurarem nos matagais próximos à estrada por onde a cadela foi arrastada, Aline e Camila a encontraram jogada em um buraco, de onde a retiraram. 
 
Chocadas com todo o acontecimento, Aline e Camila entraram em contato com a vereadora e advogada, Ana Rita Tavares (PMB), que as levou até a 27ª Delegacia de Polícia Civil, onde foi feito o registro da ocorrência (nº5599/2015). “Apesar de ter sido caso de flagrante delito, os policiais militares chamados ao local não conduziram os agressores à delegacia. Vamos protestar contra esse crime estúpido. Justiça é o que já comecei a buscar diante da brutalidade de pessoas agressivas, insensíveis e que devem ser punidas exemplarmente”, indignou-se Ana Rita.


Notícias Relacionadas

  • Liberdade: estudantes denunciam professor por agressão a cão em escola

  • Agressor de cães espancados a pauladas no Lobato é detido após denúncia de protetora

  • Cães vítimas de maus tratos por estudante de veterinária são libertados por Ana Rita Tavares

  • Comissão de Defesa da Mulher se reúne com secretário de segurança pública da Bahia

  • Filhote de cão era criado como passarinho em gaiola

  • Prefeito de Cansanção confina cães de rua em matadouro sem água e comida

  • Família que mantinha cadela em situação de maus tratos recebe Ana Rita Tavares em Brotas

  • Formação de Oficiais da Proteção Animal é realizada em Salvador

  • Ativistas e Comissão da OAB libertam animais de cativeiro em Feira de Santana

  • Situação dos animais que vivem nos campi da Ufba é discutida em audiência

  • ​Ufba: vereadora e reitor discutem situação dos animais que vivem em Instituição

  • Estudante da Ufba é preso por bater em cão com skate

  • Cão baleado em São Caetano é resgatado por vereadora

  • Forró beneficente ajuda animais do canil de Cruz das Almas

  • Cão morre de fome e frio após dois meses de abandono

  • Crueldade com cães

  • Polícia vai investigar caso de gatos mortos por espancamento no Alto do Itaigara

  • Após denuncias nas redes sociais, protetores resgatam cães em Simões Filho (BA)

  • Petshop "Mania de Bicho" rejeita acordo e vai responder criminalmente por maus tratos

  • Vereadora e juíza reforçam críticas à exploração de animais em circos

  • Em sessão especial, Ana Rita Tavares condena o uso de animais em circo

  • Projeto da vereadora Ana Rita leva educação ambiental aos bairros de Salvador

  • Ana Rita Tavares e ativistas libertam jegue que carregava sobrepeso em carroça

  • Vereadora pede esclarecimento da morte de animais no Parque de Pituaçu

  • Moradores denunciam e cadelas são resgatadas após maus tratos


  • ComentáriosComentar Notícia
    ANONIMA
    16/01/2016 14:29
    ESTES MESMOS MELIANTES NELIO E ERIVALDO QUE ESTAVAM DENTRO DO VEÍCULO DE PLACA PJG 6975 FORAM VISTOS EM POSSE DE ARMAS E PORTATANDO UMA GRANDE QUATIDADE DE DROGAS
    Rita de cássia gozaga
    25/12/2015 14:25
    Eu fico apensar como pode pessoas tão com espirito dão ruins,desse tipo de pessoa pagar e pagar muito caro pois ajustiça de Deus, tem poder eu fico muito triste quando eu vejo essas tipos de noticia. Eu acredito que eles vão pagar muito caro.


      Últimas Notícias

    Ana Rita Tavares cobra ao Centro de Zoonoses assistência aos animais de rua de Salvador

    ​Cão mantido em situação de maus tratos é resgatado em casa de bairro de luxo em Salvador

    Câmara Municipal de Salvador concede título de cidadã baiana a apoiadora da causa animal

    Acusado de matar cães e ameaçar seus guardiões em Central (BA) presta depoimento à polícia

    Mais Notícias



    Mais Lidas

    Protetores de animais pedem serviço de atendimento móvel de urgência em Salvador

    Projeto de Ana Rita, Castramóvel já está pronto para funcionar

    Câmara de Salvador aprova projeto para a criação de hospital público veterinário

    Prefeitos de Salvador e Porto Alegre discutem implantação de Secretaria dos Animais


    Gabinete
    Edf. Sul América - 7º Andar
    Travessa D'Ajuda, 39 - Centro
    Salvador-BA - CEP:40020-030
    Telefone: 71 3320-0297
            

    Assessoria de Comunicação
    (71) 3320-0195