PESQUISE NO SITE
Biografia
Nossa Causa
Notícias
Projetos
Comissões
Agenda
Eventos
Conquistas
Sala de Imprensa
Na Mídia
Fala, Ana Rita
Artigos
Antes X Depois
Com a Palavra...
Áudios
Links
Denuncie
Downloads
Contato

 
Notícias     Imprimir

Cães vítimas de maus tratos por estudante de veterinária são libertados por Ana Rita Tavares11/01/2017 22:02
Cães vítimas de maus tratos por estudante de veterinária são libertados por Ana Rita Tavares
Equipe do gabinete da parlamentar recebeu o pedido de ajuda via o denuncia@anaritatavares.com

Assessoria 0 comentário          

Após receber a denúncia que cinco cães eram constantemente agredidos por uma estudante de veterinária, Larissa Guanaes, e sua família, a vereadora Ana Rita Tavares resgatou os animais, retirando-os de um local insalubre e em estado de desnutrição, nesta terça-feira (10), no bairro do Matatu, em Salvador.
 
Os animais, 3 cães adultos e 2 filhotes, já estão sendo cuidados pela ONG Terra Verde Viva, após passarem por exames médicos em uma clínica veterinária.
 
A equipe do gabinete da parlamentar recebeu o pedido de ajuda através do email: [denuncia@anaritatavares.com], canal de denúncia criado pela vereadora, que já registrou milhares de situações criminosas de maus tratos a animais, na Bahia e também do Brasil.
 

Local onde os animais eram mantidos (Divulgação)

 
Segundo a mensagem de uma vizinha que relatou as agressões, os cães eram constantemente maltratados por seus tutores; 

".. a violência era vista por toda vizinhança, porém nunca tiveram coragem de realizar a denúncia. Os animais ficam na chuva sem abrigo, falta de higiene no local, são espancados por todos os proprietários da casa, sem dó, nem piedade. 
Da minha residência (que fica separada por uma casa) escuto os gemidos e uivos dia e noite de todos os bichinhos. Além das informações acima que são vistas por todos, soube por uma pessoa próxima aos donos, que os animais ficam dias sem alimento e água, o que justifica a magreza que se encontram. Meu limite se esgotou hoje, quando o adolescente da casa, sem mais nem menos, deu vários chutes em um dos filhotes que gemeu horrores de dor. Fora as vezes que vi os animais receberem ponta pé e socos por ter tentado entrar na casa ou até mesmo sair para a rua", diz trecho do pedido de ajuda. 

Animais famintos e em estado de desnutrição (Divulgação) 
 
Alguns telefonemas também foram recebidos pela vereadora, informando o estado de sofrimento e maus-tratos a que estavam submetidos os cinco cães. 
 
Diante da gravidade dos relatos contidos nas denúncias, a protetora de animais foi ao local indicado acompanhada do presidente da Unimais – União de Entidades Protetoras de Animais da Bahia, Carlos Ferrer, e uma representante da Associação Brasileira Terra Verde Viva, Alexandra Deering, munida de Notificação Extrajudicial expedida com a finalidade de averiguar a situação dos maus-tratos.
 
Ao chegar, por volta das 11h, na residência dos acusados, o grupo foi recebido por uma mulher de nome Maria, que se apresentou como empregada da família. Após ser informada sobre o assunto a ser tratado, ela abriu o portão, e deixou que a vereadora, o presidente da Unimais e a representante da Ong Terra Verde Viva entrassem. Em seguida, Maria os conduziu ao local onde os animais eram mantidos.
 
O que veio a seguir foram cenas terríveis: animais caquéticos, com as costelas à mostra, visivelmente desnutridos, estressados e mantidos num ambiente pequeno e imundo, cheio de fezes. Famintos, todos os cães avançaram na ração colocada na oportunidade, demonstrando não terem sido alimentados há tempos, tal a voracidade com que a devoravam.



 
A única ração que tinha no local era considerada de péssima qualidade (Biriba), tida entre os criadores de cães com a pior marca disponibilizada no mercado, devido ao seu baixo teor nutricional, o que explica o estado de caquexia dos animais. 

O comportamento dos cães também evidencia e reforça o teor das denúncias, de que eram submetidos a agressões. Pareciam amedrontados diante da aproximação de pessoas, como se estivessem esperando um ato de hostilidade de quem se aproximava. 

A postura da auto-intitulada empregada da casa (Maria) revelou ao grupo que a situação dos animais era difícil, o que a levou a atender à solicitação de auxílio para a retirada dos animais, por ser o caso incontestável, segundo a também advogada Ana Rita Tavares, de flagrante delito e necessidade de prestar de socorro. 

"O fato é absurdo inominável e inaceitável! É crime que merece a mais dura reprimenda da Justiça. Vou pedir a pena máxima, é o que merecem esses seres humanos perversos.", desabafou Ana Rita, que entrou com uma notícia-crime contra: Larissa Santos Lopo Guanaes, Darcirene Guanaes, Janaia Lopo Guanaes, Litelton Lopo Guanaes, Thiago Santos Lopo Guanaes e Cainã de Tal.


Casa localizada na Ladeira dos Galés, em Brotas (Divulgação)



 


Notícias Relacionadas

  • Liberdade: estudantes denunciam professor por agressão a cão em escola

  • Agressor de cães espancados a pauladas no Lobato é detido após denúncia de protetora

  • Comissão de Defesa da Mulher se reúne com secretário de segurança pública da Bahia

  • Cadela prenhe é morta após ser amarrada e arrastada por caminhão em Lauro de Freitas

  • Filhote de cão era criado como passarinho em gaiola

  • Prefeito de Cansanção confina cães de rua em matadouro sem água e comida

  • Família que mantinha cadela em situação de maus tratos recebe Ana Rita Tavares em Brotas

  • Formação de Oficiais da Proteção Animal é realizada em Salvador

  • Ativistas e Comissão da OAB libertam animais de cativeiro em Feira de Santana

  • Situação dos animais que vivem nos campi da Ufba é discutida em audiência

  • ​Ufba: vereadora e reitor discutem situação dos animais que vivem em Instituição

  • Estudante da Ufba é preso por bater em cão com skate

  • Cão baleado em São Caetano é resgatado por vereadora

  • Forró beneficente ajuda animais do canil de Cruz das Almas

  • Cão morre de fome e frio após dois meses de abandono

  • Crueldade com cães

  • Polícia vai investigar caso de gatos mortos por espancamento no Alto do Itaigara

  • Após denuncias nas redes sociais, protetores resgatam cães em Simões Filho (BA)

  • Petshop "Mania de Bicho" rejeita acordo e vai responder criminalmente por maus tratos

  • Vereadora e juíza reforçam críticas à exploração de animais em circos

  • Em sessão especial, Ana Rita Tavares condena o uso de animais em circo

  • Projeto da vereadora Ana Rita leva educação ambiental aos bairros de Salvador

  • Ana Rita Tavares e ativistas libertam jegue que carregava sobrepeso em carroça

  • Vereadora pede esclarecimento da morte de animais no Parque de Pituaçu

  • Moradores denunciam e cadelas são resgatadas após maus tratos


  • ComentáriosComentar Notícia

    Ainda não existem comentários para esta notícia.
    Seja o primeiro a comentar!


      Últimas Notícias

    Égua morre e burro agoniza após ter ingerido veneno em Piatã

    Ana Rita pede que 31 milhões do orçamento municipal sejam destinados aos animais

    Rua em Piatã indicada por vereadora recebe asfalto

    ​Castramóvel realiza esterilização de cães e gatos em Pau da Lima

    Mais Notícias



    Mais Lidas

    Protetores de animais pedem serviço de atendimento móvel de urgência em Salvador

    Projeto de Ana Rita, Castramóvel já está pronto para funcionar

    Câmara de Salvador aprova projeto para a criação de hospital público veterinário

    Prefeitos de Salvador e Porto Alegre discutem implantação de Secretaria dos Animais


    Gabinete
    Edf. Sul América - 7º Andar
    Travessa D'Ajuda, 39 - Centro
    Salvador-BA - CEP:40020-030
    Telefone: 71 3320-0297
            

    Assessoria de Comunicação
    (71) 3320-0195